segunda-feira, 15 de março de 2010

Queremos o que não podemos ter, diz o professor Schianberg, o mais obscuro dos filósofos do amor. É normal, saudável. O que diferencia uma pessoa de outra, ele acrescenta, é o quanto cada um quer o que não pode ter. Nossa ração de poeira das estrelas. - Marçal Aquino (Eu receberia as piores notícias dos seus lindos lábios)

Um comentário:

(me)nina disse...

aiiii, eu quero ler este livro.


você fica me pirraçando rsrsrs...



que belo minha flor.
que belo.