quinta-feira, 27 de maio de 2010

O que é meu deve estar tão bem guardado que nem sei mais por onde procurar.
Sem querer ser injusta com a vida, o destino, Deus, ou seja lá o que for, mas é assim que me parece.

"Confesso! Às vezes tenho vontade de sair por aí destruindo corações, pisando em sentimentos alheios ou sei lá, alguma coisa que me faça realmente merecer esse meu sofrimento no amor." - Caio... sim, o Fernando Abreu.

E esse meu desarranjo nao é a respeito do amor. Não é SÓ a respeito de amor.
Encontrei um livro da Marcia Denser hoje na biblioteca, fiquei feliz.
Tenho preguiça do twitter, e estou divagando no blog às 4:44 da manhã... acho que vou jogar na loto, hein!!

5 comentários:

Vanessa Souza Moraes disse...

Tãoooo bem guardado que ninguém acha, rs.

Juan Moravagine Carneiro disse...

Se ganhar nos avise...

Carol disse...

As vezes me sinto tão eu aqui!

Mistério do Planeta disse...

se ganhar, não esqueça que lhe espero aqui.

Minha flor mais linda do sertão :)

Mistério do Planeta disse...

quero trechinhos da Marcia por carta.



[ olha a cara de pau ]


rs.